Logo Primeiros Laços - Principal-01.jp

Em andamento

O Efeito do programa de visitação para jovens gestantes sobre o desenvolvimento infantil: Primeiros Laços.

Este estudo avalia o efeito de um programa de visitação domiciliar realizado por enfermeiras para mães adolescentes que vivem em condições adversas, visando a promoção do desenvolvimento infantil,  na saúde materna e no ambiente familiar. Atua em cinco domínios:  (1)  Saúde  e  assistência  social:  psicoeducação  em  relação  à  saúde  materno-infantil, como  nutrição,  higiene,  patologias  comuns  na  infância,  cuidados  domésticos,  vacinação,  prevenção de acidentes e desenvolvimento neuropsicomotor infantil. Além disso, a enfermeira procura encorajar o  participante  a  procurar  serviços  de  saúde  e  sociais  quando  estes  são  necessários;  (2)  Saúde ambiental: a enfermeira presta  apoio  e  ajuda a  identificar  recursos  para  garantir  condições  de  vida adequadas, moradia  segura,  creche  e  escola,  e  acesso  a  serviços  de  saúde;  (3)  Curso  de  vida: planejamento do curso de vida para ajudar as participantes a alcançar metas, como terminar o ensino médio, encontrar um emprego de meio período, iniciar o ensino superior e adiar o nascimento de um segundo filho. As necessidades e objetivos dos participantes são sempre discutidos individualmente, respeitando   seus   objetivos   e   desejos   pessoais;   (4)   Habilidades   parentais:   psicoeducação   em habilidades    parentais    adequadas    e    comportamentos    adequados    para    cada    estágio    de desenvolvimento da criança; (5) Família e rede social de apoio: estimulam as gestantes e mães a reconhecerem e utilizarem os recursos familiares e sociais (creches, serviços sociais, lazer, emprego) no processo de desenvolvimento do cuidado de seus bebês. Além das visitas domiciliares também são organizados encontros grupais incluindo os pais e/ou avós visando o aprofundamento de alguns temas e a maior aproximação e entrosamento das participantes.

 

Primeiros Laços é o primeiro estudo a testar um programa de visitação domiciliar por enfermeiras para jovens mães vivendo em condições adversas no Brasil. O estudo é pioneiro em aliar o método experimental com avaliações sistemáticas longitudinais que compreendem os domínios cognitivos e emocionais e também os domínios genético e neurofisiológico. Os dados comprovam o efeito do programa Primeiros Laços sobre importantes domínios do desenvolvimento infantil, a linguagem expressiva e a motricidade grossa. Estes resultados positivos são corroborados por achados genéticos e neurobiológicos, evidenciando o efeito do programa em modificar positivamente a trajetória do desenvolvimento infantil.